O Despertar do Guardião é o primeiro livro da saga A Legião Branca, escrito por Dáfne Freitas e publicado pelo selo Novos Talentos da Literatura Brasileira. Neste primeiro volume vamos acompanhar o inicio de algo muito maior, e o primeiro encontro dos nossos heróis.

“Nova via fogo por todo lado. Mas, por mais aterrorizante que esse cenário fosse, ele se sentia bem com isso. ”

   O livro se passa em um universo fictício, tive um pouco de dificuldade no início de me localizar neste novo universo, mas pelo que pude perceber é algo futurístico. Esqueça o planeta terra, aqui temos Gondorle, governado pelo rei Luca, onde seu reinado se encontra ameaçado pelos rebeldes. Será mesmo? Héricles, o capitão da guarda real tenta fazer de tudo para o rei acreditar que Dimitri é quem está inventado esses ataques rebeldes, e que o mesmo não é de confiança. Héricles acaba descobrindo que o mesmo pretende sequestrar a princesa Si e matá-la, para então ser eleito regente e depois matar o rei, para ficar com seu trono. Tudo isso porque ele fez um tratado com o rei do planeta Vion, que precisa dos recursos hídricos de Gondorle.

“Por um momento, ela se sentiu leve, como se a simples presença dele fosse a solução para todos os seus problemas, como se ele pudesse livrá-la dos pesadelos.”

   Com as mãos atadas, já que o rei não acreditava em sua palavra, Héricles fez a única coisa que poderia para manter a princesa, e sua grande amiga, Si, em segurança. Ele sequestrou a princesa com ajuda dos rebeldes: Nova, Zira, Alexandre, Beto e Ambaris. Só que a princesa no dia do sequestro estava com Carol e Bruna, e ambas tiveram que ser levadas também. Nisso Dimitri acaba conseguindo o que tanto quer, ele é eleito regente. Quando descobrem a localização dos rebeldes, Dimitri envia o rei e seus guardas pessoais para resgatar a princesa, e aproveita para matar o rei, e teria conseguido matar a princesa, se Nova não a tivesse salvado. Agora eles eram as pessoas mais procuradas de todo o planeta.

“Dimitri não se contentaria com uma ovelha ao seu lado. Queria uma leoa. Era isso que ela ia ser.”

   Com o rei morto, Dimitri finge a morte de Si, Bruna e Carol, e toma o trono. Sem poder fazer mais nada os rebeldes deixar Gondorle para se esconderem no planeta Bedar, onde por dez anos treinam as garotas para retornarem ao castelo e arrancarem uma confissão de Dimitri. Carol é noiva de Dimitri, e Bruna de François, o príncipe de Vion, e cabe a elas descobrirem um meio de salvar o reino, e salvar Héricles e Nova.

“Nova não sabia como, mas, quando olhou nos olhos de Shiloh, ficou muito claro que o tigre sabia o que estava fazendo.”

   O despertar do guardião chegou sem dó nem piedade na minha lista de dez livros favoritos para tomar a sua posição. Simplesmente amei a leitura, o universo, os personagens, a escrita, tudo e mais um pouco. Sem contar que no final do livro nos deparamos com algo muito maior, que vai além das traições e busca por poder, é muito, muito pior, o que serviu para me deixar mais curiosa ainda para ler a continuação. Isto não é um livro, é uma droga viciante.

SitePágina

AmazonSaraiva Cultura

Escrito por Letícia de Pinho da Silva
Sou escritora de alma e coração. Tenho 22 anos, e muita vontade de cursar letras. Tenho o canal e blog, Mundo de Fantasias, e possuo um sério problema: amo séries, livros e filmes mais do que o normal.