Uma perfeita união entre Harry Potter e Os Instrumentos Mortais. Jadna Alana conseguiu unir o melhor dos dois mundos, criando uma história fantástica, apaixonante e original.

Sinceramente, gostaria de ser você Andy (não só porque você está perto do Yaen, tá?). Começamos o prólogo com um mistério no ar, a mãe da garota é banida de Saron até que mate sua própria filha, que possui sangue amaldiçoado, e ela o faz.

“Seu corpo foi invadido por uma dor, mas uma dor boa, que aliviava sua alma, enxugava suas lágrimas. Era como se suas esperanças estivessem renovadas.”

Em um belo dia a paixão por livros que Andy tem a coloca em uma bela enrascada. Ela encontra um livro completamente em branco, e lá no final algumas palavras em latim, e ela as pronuncia. O problema é o seguinte: O livro era um portal para Saron, e ao dizer aquelas palavras a garota o abriu, sendo transportada até uma dimensão cheia de magia, onde existem anjos, demônios, bruxos e até mesmo vampiros. Humanos não podem ultrapassar o portal, a magia que ele demanda acaba por matá-los, mas a garota tem sorte pelo príncipe Yaen tê-la encontrado e salvado sua vida assim que atravessou.

“Quando algo nos pertence, não importa se a tempestade levar. Pois, o dia nascerá junto com o retorno.”

Para voltar para casa, Andy precisa aprender a manipular a magia, ou vai ficar presa ali para sempre. Ela não imaginava que atravessar o portal não era a pior coisa, ela descobre que sua mãe, e seu namorado Vikim, eram guardiões dos portais de Saron, e pior ainda, ela era adotada e seu namorado também era um príncipe. Assim a relação que ela tinha com Vikim que já estava fragilizada, fica pior ainda, e isso somado ao fato que ela não consegue tirar Yaen da cabeça, fazem a garota ficar confusa.

“Andy sabia exatamente o tamanho das feridas do seu coração. Ela sabia exatamente a escuridão que sentia dentro de si mesma.”

Andy se transportou de cabeça para dentro de uma confusão, não apenas emocional, já que Saron se encontra em guerra com Ruyne, um reino que foi criado para banir Jerff e seus aliados, que mataram o anjo, e rei, de Saron. E para piorar a situação o portal que da acesso a Saron, usado pela garota, foi perdido, e se cair em mãos erradas tudo estará perdido.

“Quando tiramos nossa armadura, descobrimos quem verdadeiramente somos.”

A descoberta é um livro que vai fazer seu coração saltar do peito durante todas as páginas. Não precisamos ir muito longe para encontrar leitura de qualidade, por isso não percam seu tempo e adquiram já um exemplar de a saga dos seis portais.

Compre agora /Blog da autora /Wattpad / Página

Confira o trailer de A descoberta, sua continuação, A busca, e da nova duologia da autora, Os sete reinos de Olivarun. E a resenha que já fiz do livro no canal:

Escrito por Letícia de Pinho da Silva
Sou escritora de alma e coração. Tenho 22 anos, e muita vontade de cursar letras. Tenho o canal e blog, Mundo de Fantasias, e possuo um sério problema: amo séries, livros e filmes mais do que o normal.